Bate papo sobre a Inteligência Emocional!

BRUNO ADRIANO

BRUNO ADRIANO

Você alguma vez já se sentiu confuso em relação às suas emoções?
Já explodiu com alguém por razões tão bobas?
Já perdeu alguma oportunidade na vida por não saber expressar a sua verdade ou estar inseguro?

Todos nós já passamos por situações assim, não é verdade?

Ter inteligência emocional, não significa ser frio, não significa que você não tenha, ou domina exatamente as emoções. Ter Inteligência emocional é saber usar as emoções ao seu favor, é usar os estados emocionais que você já tem na sua vida para o seu bem, e saber escolher o melhor caminho. Quando não temos essa inteligência, simplesmente somos arrastados por nossas emoções e consequentemente, temos péssimas atitudes, como por exemplo, reagir com violências verbais ou físicas a uma briga de trânsito, ou comer excessivamente quando está ansiosa.

São inúmeros os benefícios da inteligência emocional, há uma melhora nos relacionamentos interpessoais no trabalho, no ambiente familiar e no casamento a comunicação se torna mais eficiente, além disso, adultos com inteligência emocional se tornam muito mais otimistas, reclamam menos da vida, ficam livres da depressão, do medo,da ansiedade, da timidez, desenvolvem mais empatia e são mais cooperativos, mas inteligência emocional precisa ser desenvolvida.

Não tem idade para começar o desenvolvimento da inteligência emocional, quanto mais cedo melhor, mas depois de adulto os resultados também são excelentes. Um dos pontos importantes é desenvolver a autoconsciência, e você pode começar analisando pensamentos, sentimentos e reações e dar nomes a eles, tentando identificar se aquilo que surgiu é raiva, medo, ansiedade ou por exemplo um estado depressivo. Logo após, identifique o que governou o pensamento ou a emoção.


Também é importante avaliar as consequências das opções alternativas, procurar entender o que nos gerou aquele sentimento específico, investigar até encontrar uma resposta que parece fazer sentido. O mais interessante é avaliar nossas forças e fraquezas. Identificar que temos sim pontos frágeis nos permite aceitar nossa humanidade e nos torna mais humildes.

Outra técnica é começar a desenvolver o olhar da perspectiva do outro e o interesse verdadeiro pelo mundo dele, isso nos faz desenvolver a empatia, a compaixão e diminui a nossa tendência de julgamentos.

É importante entender que você é responsável pelo seu destino e não importa a situação em que se encontra agora, você pode mudar a sua realidade. Já pensou que muitas pessoas empacam na sua vida, tanto profissional, quanto pessoal e não conseguem ir além por não conseguir dominar as suas questões emocionais? A pessoa pode ter altos níveis de graduação, mas é limitada em relação às suas emoções. São pessoas que sentem ansiedade ou raiva quando não deveriam sentir, ou pessoas que não conseguem expor para a sua família o quanto as amam ou o quanto é grato.


É a inteligência emocional que nos ajuda a evoluir como seres humanos e a prosperar em nossas vidas.

Open chat